Inteligências Emocionais na Prevenção e Enfrentamento á Síndrome De Burnout na Docência do Ensino Superior

Resumo

A pesquisa trata do desenvolvimento das inteligências ligadas à dimensão emocional na prevenção e enfrentamento à síndrome de burnout na docência. O objetivo geral foi identificar os fatores organizacionais e como eles interferem no desenvolvimento da síndrome de burnout. As inteligências ligadas à dimensão emocional são, em geral, as múltiplas de Gardner (2014), no tocante as inteligências pessoais e a inteligência emocional de Goleman (2015; 2018).  A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica e exploratória. Foram  analisados os elementos que podem prevenir e enfrentar os impactos da síndrome de burnout na docência.   Conclui-se que o desenvolvimento de inteligência emocional como forte aliada na prevenção e no enfrentamento à síndrome de burnout. Com isso, o docente, além de acompanhamento profissional especializado, poderá buscar, individualmente, fortalecer suas inteligências ligadas à dimensão emocional para superar os danos vividos ao ser diagnosticado com a síndrome de Burnout.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Graduada em Letras, Especialista, Doutora em Letras/Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco e University of Birmingham-Inglaterra-UK. Professora adjunta da Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Júlio César da Silva

Pós-graduado em Gestão Educacional e Coordenação Pedagógica pela Universidade Federal de Pernambuco. Coordenação Pedagógica no Grupo Damas-PE.

Publicado
2020-06-18
Como Citar
DOMINGOS, Suzana Ferreira Paulino; DA SILVA, Júlio César. Inteligências Emocionais na Prevenção e Enfrentamento á Síndrome De Burnout na Docência do Ensino Superior. VEREDAS - Revista Interdisciplinar de Humanidades, [S.l.], v. 3, n. 5, p. 125-149, jun. 2020. ISSN 2595-3508. Disponível em: <http://revista.unisa.br/index.php/1/article/view/100>. Acesso em: 03 ago. 2020.