Entre História e Estórias: (Re) visões de Moçambique em Terra Sonâmbula, de Mia Couto

  • Lourdes Ana Pereira Silva Unisa
  • Maria Zilda da Cunha Universidade de São Paulo (USP).
  • Maria Auxiliadora Fontana Baseio Unisa

Resumo

Os estudos pós-coloniais têm se ampliado nos últimos anos, abrindo canais para diálogos interculturais. Como um novo discurso de natureza interdisciplinar, seu engajamento é com a desconstrução do paradigma colonial em busca de uma revisão e possível reescrita da história. As reflexões sobre produções culturais e estéticas em países africanos de Língua Portuguesa cada vez mais ganham força e valor à medida que criam campos de interlocução capazes de intensificar trocas culturais. É com esse desígnio que discutimos o livro Terra Sonâmbula, de Mia Couto (1987), analisando questões acerca da Literatura e suas intersecções com os estudos pós-coloniais, mais especificamente com a temática da identidade.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Pós-doutora em Estudos Portugueses e Lusófonos pelo Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho, Portugal; Doutora em Letras - Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo. Docente do Departamento de Letras - Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, da Universidade de São Paulo (USP).

##submission.authorWithAffiliation##

Pós-doutora em Estudos Portugueses e Lusófonos pelo Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho, Portugal; Doutora em Letras - Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo. Docente do Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas na Universidade de Santo Amaro (UNISA\SP).

Publicado
2019-12-12
Como Citar
SILVA, Lourdes Ana Pereira; DA CUNHA, Maria Zilda; BASEIO, Maria Auxiliadora Fontana. Entre História e Estórias: (Re) visões de Moçambique em Terra Sonâmbula, de Mia Couto. VEREDAS - Revista Interdisciplinar de Humanidades, [S.l.], v. 2, n. 4, p. 79-91, dez. 2019. ISSN 2595-3508. Disponível em: <http://revista.unisa.br/index.php/1/article/view/96>. Acesso em: 28 maio 2020.